Avenida da Perdição (capítulo 5)

03/27/2010

– Sempre achei que não deveria falar certas coisas. Ou melhor: eu achava…

Com essa frase ele deixava a redação para nunca mais voltar. Assumia a loucura e, para os colegas, assinava de vez seu atestado de insanidade.

Havia descoberto a pequena cidade onde Patrícia nasceu. Estava de mudança pra lá naquele final de semana. As colegas de rua contaram a ele que ela deveria ter voltado pro interior, afinal não fazia mais programas.

Não conseguiu evitar ficar contente com aquela informação. Segundo as amigas desde que dormira com ele ela não havia dormido com mais ninguém. Seu orgulho de homem estava renovado e se tinha alguma dúvida de que precisava encontrá-la elas acabaram com aquela informação.

O que ele não sabia é que ir até a pequena cidade de colonização alemã era perda de tempo. Ele também não encontraria Patrícia lá.

O pai a expulsou de casa quando soube da violência que ela sofreu e as conseqüências que isso teve. A acusou. Disse que a culpa era toda dela, que a imoral era ela. Um comportamento que foi considerado normal aos habitantes da pequena cidade. Eram as meninas que tinham que “se dar ao respeito”. Com a humilhação Patrícia havia jurado nunca mais por os pés na cidadezinha.

Ninguém sabia disso, os travestis não fizeram por mal. Notaram a angustia daquele homem e, como não haviam mais visto a menina calcularam que ela havia ido embora.

Ao chegar à cidade o escritor se deu conta que sequer sabia o nome da menina. Lembrava-se apenas que ela havia dito no momento em que se conheceram, mas o tempo, as drogas e bebidas haviam apagado aquele nome de sua memória. Viajou quase 500 quilômetros para perceber que não tinha ido à lugar nenhum. O que tinha era uma imagem que não conseguia descrever… o rosto de uma menina que esteve em seus braços uma única vez…

Anúncios

3 Respostas to “Avenida da Perdição (capítulo 5)”

  1. Tomas said

    o que acontece no final

  2. Tomas said

    o que acontece no final?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: