Fala Serio!

05/06/2009

Pode parecer estranho, mas gosto de como me sinto contigo. Me sinto pequena e inútil como uma criança boba que não sabe direito como agir… que não sabe direito o que pensar.

Pode ser que algum dia as coisas mudem, mas se mudarem vai perder uma pouco da graça.
Gosto de como tu me faz perder o controle. Gosto do jeito como as pequenas coisas a teu respeito me irritam. Gosto de ser irônica contigo de fingir que o comentário sobre a gostosa do teu prédio é só engraçado. Gosto de fingir que não sinto nem uma pontinha de ciúmes quando to comenta sobre a bunda de todas as minhas amigas e como elas devem ser boas de cama.

Tu me provoca e depois me ama como se isso fosse tudo que importa. E é nesse momento que eu sou mais feliz. Por algum motivo teus braços me salvam da selva. Me tiram da minha própria vidinha sem graça e faz tudo parecer mais bonito.

Depois de tudo tu vai embora sem se importar com o frio, o medo e a dor que eu sinto na tua ausência. Tu não te importa com o meu sofrimento. E volta como se nada tivesse acontecido. Volta com a mesma cara de sacana que eu amo e o mesmo sorriso que me tira o tino.

E não adianta dizer que eu to ficando louca como tu sempre faz. Eu só não consigo te odiar. Te amar começou a ficar grande demais na minha vida. Tudo era perfeito ate tu aparecer… Eu só amava o que não se movia até te ver andando na minha direção. Desde aquele dia não consigo fazer mais nada sem a tua imagem na cabeça.

O mundo não é teu umbigo, mas tu bem que podia sair do meu mundo.

O problema é saber se eu ainda vou saber respirar sozinha se tu sair da minha vida. Tu tomou conta dela de uma maneira que me deixa sem ar.

Eu queria poder fugir de tudo… mas principalmente do teu alcance. Colocar um muro de concreto entre nossos lábios, numa tentativa meio desesperada de te afastar. Uma tentativa desesperada de me afastar.

Fala serio!! To aqui dizendo que tenho que te esquecer que tu tem que sair da minha vida sem mover uma palha pra que isso aconteça de verdade. Na real a culpa é minha! Te deixei entrar e agora não consigo te fazer sair.

Bem feito! Quem mandou querer dar uma de esperta… é o preço. Não se pode mover sentimentos como peças de um jogo de xadrez…

Aliás, tu prometeu me ensinar a jogar xadrez e até agora nada!….

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: